domingo, outubro 22, 2006

Liberdade de Expressão

Será que a imprensa brasileira é realmente livre?
A discussão da liberdade de imprensa é um dos pontos positivos da campanha eleitoral deste ano, tendo em vista a manobra realizada na reta final do primeiro turno e a falsa neutralidade de veículos de comunicação, seus editores e jornalistas.
A linha editorial seguida pela maioria dos meios de comunicação, numa campanha declaradamente anti-lula e anti-PT, de um lado, confrontou-se com o posicionamento de alguns Jornalistas (J - não é pra todos que se pode usar com maiúscula) que defendem a liberdade de expressão e de imprensa como trunfos contra o golpe da mídia.
A discussão em si do papel da mídia já é bastante salutar e certamente não acabará após o segundo turno, pois muitos interesses estão por trás dos dossiês e outras denúncias. Interesses capazes de ignorar a queda do avião da Gol para tentar derrubar um presidente. Veja a matéria de Paulo Henrique Amorim (clique aqui).
A respeito da cobertura da mídia, o site Observatório da Mídia apresenta avaliações dos principais colunistas dos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, O Globo, Correio Braziliense e Jornal do Brasil.
Pesquisas como estas são fundamentais para sabermos se a liberdade de expressão exercida vem acompanhada da liberdade de informação. Direitos, esses, fundamentais numa sociedade democrática(clique aqui).

Nenhum comentário: