quinta-feira, abril 26, 2007

ENTREVISTA PRELIMINAR III: A inveja é uma m.

(clique na imagem para ver a inveja de perto)

Uma nova ENTREVISTA PRELIMINAR está no ar!
Ao ser solto por decisão do STF em um Habeas Corpus, o Desembargador Regueira, preso na Operação Furacão, disse à imprensa que a sua prisão foi motivada por inveja: “Os verdadeiros criminosos estão do outro lado. Tenho bom gosto, sou requintado, as pessoas têm inveja”.

Pessoa é sinônimo de ser humano. Os humanos são classificados como Homo Sapiens. Os pertencentes à espécie Homo Sapiens se caracterizam por serem "dotados de polegar opositor e telencéfalo desenvolvido" (frase plagiada do documentário Ilha das Flores, assista aqui).

Nós, membros do Civitates e navegantes virtuais, dotados de polegar opositor e telencéfalo desenvolvido, logo Homo Sapiens, somos, portanto, pessoas. Nós, em princípio - pois pode haver alguém que navegue pela internet em um notebook dentro de uma cela - estamos do lado de fora da prisão que albergou Sua Excelência.

Nós, que votamos regularmente em nossos representantes políticos - que aprovaram a Constituição Federal e as Leis, nas quais se conferem poderes de investigação para a Polícia Federal, para o Ministério Público e para o Poder Judiciário - esperamos que essas instituições cumpram com seus deveres consitucionais e legais, dentre eles a investigação de crimes e a prisão temporária de envolvidos em delitos quando houver causa legal para tal.

Nós, que somos pessoas e estamos do outro lado, segundo Sua Excelência, somos concordamos com a prisão do Nobre Desembargador e os outros envolvidos em supostas práticas de ilícitos e por essa razão somos invejosos

Mas o que seria a inveja?

A inveja, segundo a Wikipédia, a enciclopédia livre: é o desejo por atributos, posses, status, habilidades de outra pessoa. Não é necessariamente associada à um objeto: sua característica mais típica é a comparação desfavorável do status de uma pessoa em relação à outra.
A inveja é um dos sete pecados capitais na tradição Católica. É considerado pecado porque uma pessoa invejosa ignora suas próprias bençãos e prioriza o status de outra pessoa no lugar do próprio crescimento espiritual.
A inveja é freqüentemente confundida com o Pecado Capital da cobiça, um desejo por riqueza material, a qual pode ou não pertencer a outros. A inveja na forma de ciúme é probida nos Dez mandamentos da Bíblia.
É comumente associada à cor verde, como na expressão "verde de inveja". A frase "monstro de olhos esverdeados" (green-eyed monster, em inglês) se refere a um indivíduo que é motivado pela inveja. A expressão é retirada de uma frase de Otelo de Shakespeare. Outra expressão muito comumente usada no dito popular, para designar a inveja é a dor de cotovelo.

Camões também se referiu à inveja nos Lusíadas:
"154
Mas eu que falo, humilde, baxo e rudo,
De vós não conhecido nem sonhado?
Da boca dos pequenos sei, contudo,
Que o louvor sai às vezes acabado.
Nem me falta na vida honesto estudo,
Com longa experiência misturado,
Nem engenho, que aqui vereis presente,
Cousas que juntas se acham raramente.
155
Pera servir-vos, braço às armas feito,
Pera cantar-vos, mente às Musas dada;
Só me falece ser a vós aceito,
De quem virtude deve ser prezada.
Se me isto o Céu concede, e o vosso peito
Dina empresa tomar de ser cantada,
Como a pres[s]aga mente vaticina
Olhando a vossa inclinação divina,
156
Ou fazendo que, mais que a de Medusa,
A vista vossa tema o monte Atlante,
Ou rompendo nos campos de Ampelusa
Os muros de Marrocos e Trudante,
A minha já estimada e leda Musa
Fico que em todo o mundo de vós cante,
De sorte que Alexandro em vós se veja,
Sem à dita de Aquiles ter enveja."
(Os Lusíadas, canto X, último verso)
Mas, do que exatamente teríamos inveja do Desembargador?
Por isso perguntamos, com base em informações curriculares disponibilizadas pelo site do Tribunal Regional Federal da 2a. Região (clique aqui):
O Des. Federal José Ricardo Regueira, um dos presos soltos por HC do STF, declarou que “Os verdadeiros criminosos estão do outro lado. Tenho bom gosto, sou requintado, as pessoas têm inveja”. Do que nós temos inveja do Desembargador?
do seu requinte
do fato dele ser pernambucano
da sua nomeação, em 1986, para o cargo de Promotor de Justiça no Estado do Rio de Janeiro.
dos 51 carros de luxo, avaliados em mais de R$ 20 milhões, apreendidos pela PF
das suas amizades
porque ele é desembargador
porque ele defere e indefere liminares
dos R$ 10 milhões e também 300 mil euros, jóias e 60 relógios avaliados em R$ 40 mil cada um.
do se ingresso na Magistratura como Juiz Federal em 1987, junto à 14ª Vara Federal do Rio de Janeiro
porque em junho de 1998 ele passou a integrar o quadro de membros do TRF da 2ª Região (1ª Turma)
porque no biênio 1989/1990, exerceu o cargo de Diretor do Foro da Seção Judiciária do Estado do Rio
porque recebeu a Medalha do Pacificador, outorgada pelo Exmo. Sr. Ministro do Exército – 1990.
do seu Título de Cidadão do Rio, concedido pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro – 1996.
do seu Título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro, concedido pela Assembléia tb.
da sua possível punição com aposentadoria compulsória"

Nenhum comentário: