quinta-feira, maio 10, 2007

Portal Literal


Uma boa dica para os que gostam de literatura: Portal Literal.
Entre os vários recursos que o Portal oferece estão trechos de livros. Selecionei um que cabe ao momento. Não bebo o Periquita, não é 28 de junho, nem 5 de julho, nem fumo o Corona Supremo da Suerdieck, mas estou bem acompanhado de um Cohiba siglo V, dum gran reserva tannat e duma maminha, temperada com adobo. Agora, quanto a Amanda ou a Luíza...
Trecho de "E DO MEIO PROSTITUTO SÓ AMORES GUARDEI AO MEU CHARUTO", selecionado por Rubem Fonseca:
"Li o laudo do exame cadavérico de Regina, o tiro que ela recebera fora no rosto, igual ao que acontecera com Hilde. O assassino conversava com elas, que olhavam para ele na hora do disparo.
Raul estava quieto demais. Fui tomar um vinho com ele, como nos velhos tempos, enxugamos duas garrafas de Periquita, mas quanto mais ele ouvia mais ouvinte se tornava. Soube apenas que ele procurara Irina, a irmã de Regina, que contou que Gustavo estivera na casa delas dias antes de Regina ser assassinada. Alertei Irina para evitar Raul. Sentia que ele estava se preparando para dar um bote. Quando Raul me telefonou dizendo que queria que o meu cliente depusesse em cartório eu sabia que iria fazer perguntas sobre o envolvimento de Gustavo com Hilde e com Regina. Pedi a Gustavo que viesse ao meu escritório para irmos juntos à delegacia.
Ele estava muito pálido. “Você consegue ficar cada vez mais pálido... Mas esse descoramento deve ter um limite. Você já foi ao médico ver isso?”
“Em certos momentos de emoção”, disse Gustavo, “a capacidade do meu sangue de distribuir oxigênio pelo organismo é reduzida drasticamente. Esse fenômeno, por uma estranha coincidência, começou a acontecer comigo depois que houve um..., aquele acidente, você sabe, o caso Delamare, que afetou certo órgão do meu corpo. Por isso cheguei a estabelecer um nexo de causalidade entre as duas coisas. O dr. Plinger, porém, acha isso apenas hipoteticamente possível, ele diz que eu sofro de uma patologia rara a que Plinger, na falta de melhor terminologia, denomina pseudanemia intermitente de origem psíquica. Pseudo porque não vem acompanhada dos outros sintomas de anemia - fadiga, vertigem, fraqueza - e os exames de sangue não mostram redução do conteúdo de hemoglobina ou do número de eritrócitos. Plinger gostaria de obter uma amostra de meu sangue num desses momentos de palescência, mas nunca fico pálido quando vou ao consultório dele. Ele diz que sou um caso médico interessante.”
“A medicina está cheia de pseudices. Já fumou o Corona Supremo da Suerdieck?”
“Já. Não é um mau charuto, combure corretamente.”
“Então fuma um desses. Para variar.”
Acendemos nossos Suerdiecks.
“Raul vai fazer perguntas sobre seu envolvimento com Hilde e Regina. Vai querer saber onde você estava nas noites dos dias em que Hilde e Regina foram assassinadas. Hilde foi assassinada no dia 28 de junho e Regina no dia 5 de julho. Por coincidência duas sextas-feiras.”
“Vinte e oito de junho... Acho que estava sozinho...”
“E no dia 5 de julho?”
“Estava com uma senhora. Não posso envolver o nome dela.”
“Mais uma mulher casada no seu currículo?”
“Essa é viúva.”
“Então qual é o problema?”
“O problema é que não vou sujar o nome de uma senhora honrada para me livrar daquele idiota do Raul.”
“Entendo os seus escrúpulos. Mas precisamos de alguém que deponha dizendo que estava com você pelo menos numa dessas noites. Amanda ou Luíza, uma delas pode testemunhar dizendo que estava com você na noite do dia 28 de junho? Teremos pelo menos um álibi para um dos dias.”
“Você está propondo que eu minta.”
“Estou propondo salvar a sua pele. Sei que você não matou essas mulheres.”
“Como você sabe?”
“Você é como eu. Quem ama as mulheres como nós não tira a vida delas.”

Um comentário:

Larissa disse...

Rubem Fonseca é o que há.
Realmente o portal é muito interessante. Dá pra ter o gostinho de ler um pedaçinho de cada obra..