sábado, janeiro 03, 2009

Um desejo para o Ano Novo!?


É impossível não relacionar o genocídio que Israel está promovendo na faixa de Gaza com os últimos dias de George W. Bush na Casa Branca. Não há, em hipótese alguma, ação militar no Oriente Médio que possa ocorrer sem a anuência de Washington. Principalmente se as outras cartadas (invasão do Iraque, prisão e assassinato de Sadam Russein, tentativa de prisão e/ou morte de Bin Laden) foram insuficientes para gerar na opinião pública americana a sensação de que houve uma vitória na Guerra contra o Terrorismo.
Gostaria de reproduzir o texto que li no Estadão, via blog do Nassif, mas não consigo colar os textos que seleciono no menu de postagem. Talvez seja um problema de configuração do meu navegador, Safari, ou do Blogger (se alguém souber como devo fazer, agradeço).
Fica o link e a sugestão da leitura: A ilusão da vitória na Faixa de Gaza.

A imagem, por mais forte que possa ser, não poderia ser omitida. Apenas simboliza o que os últimos números confirmam: para cada israelense morto, foram mortos mais de 115 palestinos.
460 palestinos e 4 israelenses mortos na invasão.

Nenhum comentário: