segunda-feira, abril 05, 2010

"PRESTE ATENÇÃO"

Depois de terminar a leitura de uma entrevista feita pelo "jornal" O Estado de São Paulo com a candidata Dilma Rousseff me deparo com a frase "PRESTE ATENÇÃO" e abaixo uma espécie de análise interpretativa do que foi dito na entrevista:


"PRESTE ATENÇÃO
Mensalão
A ex-ministra afirma que o debate ético não assusta o PT, mas, no primeiro mandato do presidente Lula, o partido foi abalado por um dos maiores escândalos da história republicana, o caso do mensalão. Quarenta pessoas foram denunciados ao STF, entre elas os principais dirigentes petistas à época, como o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente da legenda José Genoino.
Sanguessugas
A Operação Sanguessuga, lançada pela PF em 2006, revelou que as fraudes nas licitações na saúde começaram em 2001, na gestão do então ministro José Serra. O PT e o atual governo, no entanto, ficaram constrangidos quando a própria CGU revelou que em 2004 havia alertado o então ministro Humberto Costa, sobre a existência da máfia. Costa só se pronunciou sobre o caso quando a PF estourou com estardalhaço o esquema. A CPI instalada para investigar as denúncias pediu a cassação de 64 parlamentares aliados do governo Lula e oito da oposição.
Saúde
Quanto à política de saúde, o próprio presidente Lula reconhece em conversas internas que se trata de um ponto fraco de seu governo. Desde o primeiro mandato, ele se queixa dos ministros que ocuparam a pasta durante seus dois mandatos: Humberto Costa, Saraiva Felipe e José Gomes Temporão. Ameaçado de perder o cargo no ano passado, Temporão raramente é convidado pelo presidente para eventos pelo País. Na avaliação de Lula, o ministro - apadrinhado pelo governador do Rio. Sérgio Cabral (PMDB) - não conseguiu construir uma marca forte no setor.
Educação
Nos palanques, Lula gosta de dizer que foi o presidente que mais construiu escolas técnicas e universidades. A educação no Brasil, porém, pouco mudou. Em 2001, o presidente FHC vetou o trecho do Plano Nacional de Educação, aprovado pelo Congresso, que previa investimento de 7% do PIB no setor. Lula nada fez para derrubar o veto. Estima-se que os gastos das três esferas de governo na área sejam de cerca de 5%. O Unicef recomenda investimento de 8%. Houve, nas estatísticas oficiais, ligeiro aumento nos gastos em educação, de 3,9% no final do governo FHC para 4,6% em 2008."
Isso só tinha visto em folheto de missa. Patrulhar a opinião dos leitores é no mínimo contraditório para um "jornal" que na sua capa diariamente conta a quantos dias está sob censura!
O rebanho, contudo, se forma com essa "imensa" massa de comentaristas que esbanjam seu status cultural elevado de leitores da veja, do reinaldo azevedo, do noblat. É um festival de anti-petismo, uma espécie muito particular de reacionarismo saudosista da Redentora.
E por falar nessa "dama" dos anos sessenta... ... o ódio existe sim, a revanche, existe sim, mas estão no peito dos torturadores e seus defensorores. Peitos que abrigam também a essência da covardia.
Para eles, nada é mais temível que a verdade e a democracia: um direito à verdade e à memória.

Nenhum comentário: