quarta-feira, abril 11, 2007

O "Abril Vermelho" e a luta pela moradia digna

Hoje (11/04) é o dia nacional de luta pela Moradia. A movimentação faz parte do chamado "abril Vermelho", denominação que marca o mês de protesto por terra e moradia e lembra o assassinato de 19 sem-terra no Eldorado dos Carajás, em abril de 1996. Ocupações em áreas urbanas estão previstas em todo o Brasil, inclusive Florianópolis, para chamar a atenção de governo e sociedade civil para o grave deficit habitacional existente no país, principalmente para populações mais pobres (com renda familiar de até 3 salários mínimos). O país tem um deficit estimado de 7,9 milhões de habitações (e ainda 14 milhões de moradias são consideradas impróprias). Há, portanto, muito a fazer. Além da obviedade do problema habitacional no Brasil, o dia nacional de luta tenta em grande parte "recuperar" o papel dos movimentos sociais em um governo progressista. Reivindicar (e mesmo ocupar) é fundamental para que o diálogo entre governo e movimentos sociais esteja sempre aberto. Fundamental também é pressionar os governos (federal, estadual e municipal) para que as políticas públicas objeto de campanha sejam realmente efetivadas. Bom, a "pressão" do Sistema Financeiro vem funcionando muito bem, infelizmente, nos últimos governos (o atual, inclusive).

Nenhum comentário: