quarta-feira, outubro 14, 2009

Diferentes mas iguais





DANIEL SANZ, personaje interpretado por PABLO PINEDA
Sevillano. 33 años y síndrome de Down. Es el primer europeo con esta discapacidad que tiene un título universitario: Magisterio y Psicopedagogía. Es trabajador, de aspecto impecable, tenaz y enamoradizo.

Assim é apresentado na equipe de artistas do filme YO, TAMBIÉN Pablo Pineda, com estréia marcada para sexta-feira (16/10) nas salas de cinema espanholas.
Para nós, que fomos educados para ver nos "portadores de Dawn" a incapacidade plena e permanente, a participação de um deles num filme pode parecer algo extraordinário, impensável. Aos olhos de Pablo não é bem isso.
Uma das várias entrevistas feitas com ele nesta semana mostra justamente o contrário. O discurso claro e seguro pela sua condição biológica diferenciada dirige-se a afastar uma desigualdade de tratamento e de possibilidades. Um síndrome de Down pode sim ser ator de cinema... pode sim ter um título universitário... pode sim fazer tudo que os outros humanos podem fazer. Essa parece ser a fala de Pablo Pineda, clique aqui.

Nenhum comentário: